A moradora de Jundiaí, Maria Miranda de Souza, a Dona Nina, 60 anos, surpreendeu os garis com um jantar especial na garagem de sua casa.

A filha, Daniela Miranda, postou fotos do jantar nas redes sociais e a iniciativa da mãe rapidamente viralizou, com dezenas de milhares de compartilhamentos e comentários positivos.

“Ela sempre deixa um bolinho, lanchinho ou pudim na janela de casa para o lado de fora, próximo do horário deles passarem, com um bilhetinho pra ninguém mexer por que é dos coletores”, contou ao Tribuna de Jundiaí.

“Dias atrás, ela estava na rua e perguntou pra eles se eles faziam horário de jantar, porque eles sempre comem muito rápido pra poder continuar o trabalho”, relembra Daniela.

“E eles comentaram que param para comer quando alguém oferece algo”.

A filha conta que viu a mãe entrar em casa já contando que tinha ficado triste em saber que dificilmente eles jantavam.

“No dia seguinte, como de costume, ela estava fazendo o jantar e me pediu pra ir ao mercado comprar algumas coisas (o que pra mim pareceu normal, pois ela estava fazendo jantar ‘para nós’)”, disse.

Mamãe ou papai de primeira viagem ? Está com dúvidas ? Calma, nossa equipe de 11 médicos especialistas vai te ajudar. Clique e confira o que temos a lhe oferecer.

Mas, no momento da passagem dos trabalhadores, Daniela percebeu que esta noite seria diferente.

“Eu ouvi ela conversando com um dos meninos e perguntou: ‘Fiz janta pra vocês. Querem que eu coloque em uma Tupperware ou querem comer aqui na garagem? Só não vou deixar vocês comerem na cozinha por causa do coronavírus’”, recorda, reproduzindo a fala da mãe.

Assim, Daniela foi convocada pela mãe a ajudar a arrumar a mesa aos trabalhadores.

WhatsApp Image 2020 05 02 at 01.28.01 300x222 1 - Aposentada faz surpresa para garis com jantar especial na garagem de casa
Mesa preparada com todo carinho pela aposentada e sua filha.

“Eles amaram. No início, ficaram super tímidos, daí deixamos eles à vontade lá fora e ficamos na sala, mas com a porta aberta, e conversávamos com eles à distância para não se sentirem acanhados”, relata.

“Eles se divertiram, riram o jantar inteiro, repetiram e no final ouvimos algumas frases do tipo: ‘ixiii, quero ver como vou correr atrás do caminhão agora com a barriga cheia assim’ e ‘nossa, obrigada Jesus por essa refeição’”, descreve.

“Depois, claro, agradeceram muito a minha mãe por essa noite. Foi muito gratificante”.

A iniciativa e repercussão pela atitude da dona de casa é motivo de orgulho para Daniela.

“Ela sempre ensinou para mim e para a minha irmã nunca negar comida a ninguém. A fome é triste. Se não tiver nada pronto, dê um pacote de bolacha, faça um pão com ovo. Mas dê!”, ressalta.

Quando alguém passa pedindo dinheiro, a resposta da dona Nina já está pronta: “Dinheiro não, mas se quiser algo de comer, eu posso te dar”.

“Ela me faz sempre andar no carro com um pacote de biscoito e um agasalho que não uso mais. Para caso encontre alguém na rua com frio ou fome, que eu possa ajudar”, conclui Daniela.

Fonte :Tribuna de Jundiaí


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
*“Meu marido não viu nossa filha nascer, porque levou minha sogra para sala de parto”, diz mãe
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*Com a mãe doente os irmãos colocaram ela no asilo, ele pediu demissão e resolveu cuidar dela sozinho.
*Com 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois.

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.