Uma estratégia utilizada nas praias da Argentina começou a ser usada em algumas praias brasileiras para encontrar crianças perdidas dos pais. Ela sugere que, ao encontrar uma criança perdida, a pessoa a coloque nos ombros, e os demais banhistas batam palmas.

Como funciona ?

A ideia é simples toda vez que alguém encontra uma criança perdida na praia, a pessoa a coloca sobre os ombros e começa a bater palmas. Quem está em volta repete o gesto até despertar a atenção dos familiares do desaparecido.

Em entrevista ao portal G1 o secretário de Segurança Urbana de Vitória Fronzio Calheira Mota afirma que nessa época do ano aumenta a incidência de pequenos perdidos nas praias e, por isso, é importante que os banhistas adotem este tipo de iniciativa.

“Colocar a criança em um lugar alto é algo lógico, porque ela é pequena, se andar de mão dada dificilmente o pai que está procurando vai vê-la, em cima do ombro a possibilidade de visualização é maior. Se as pessoas também comprarem a ideia e de fato aplaudirem quando a criança for encontrada, vai ajudar muito”, disse o secretário.

Segundo ele, esta também é uma forma de ajudar no trabalho dos guarda-vidas, pois ele é o primeiro a ser acionado quando uma criança perdida é encontrada por um banhista, e com isso, o profissional acaba deixando de lado a principal missão dele que é dar segurança aos banhistas.

Como seria a sua vida se a Ansiedade nao fosse mais um problema 1 - Criança perdida na praia? Bata palmas para ajudar a encontrar os pais, veja como.

Copacabana

No domingo, isso aconteceu em Copacabana. Um policial teria localizado uma criança perdida e deu início à sequência de palmas, alertando os banhistas. A atitude foi compartilhada nas redes sociais, onde frequentadores da praia apoiaram a iniciativa.

Na internet, frequentadores da Praia de Copacabana apoiaram a ação:

“Vamos continuar, pois dá certo em outros lugares e aqui também está dando. Esse é o melhor método”, disse uma mulher.

“Vai ajudar bastante o trabalho dos guardas municipais, bombeiros e policiais”, afirmou outra pessoa.

Uma moradora lembrou de outro caso: “Aconteceu o mesmo na Siqueira Campos. A criança estava com uma senhora e, com as palmas, logo, logo o Pai localizou o filho. Brilhante ideia!”, escreveu.

Guarapari

A nova técnica também já chegou às praias de Guarapari. A jornalista Vera Caser contou que aproveitava a tarde na Praia das Castanheiras, quando, de repente, ouviu as pessoas baterem palmas e se deparou com um rapaz caminhando com um garotinho nos ombros.

“Em tempos em que o ser humano tem manifestado atitudes muito perversas, fiquei muito feliz de presenciar essa cena. Sem dúvidas, essa é uma técnica muito eficaz, e que demonstra a solidariedade das pessoas”, disse Vera ao G1.

Fonte: G1


Como seria a sua vida se a Ansiedade nao fosse mais um problema  - Criança perdida na praia? Bata palmas para ajudar a encontrar os pais, veja como.

RECOMENDAMOS






Informação de qualidade para Pais de qualidade.