Estudante encontrou 6 mil reais dentro do ônibus e usou redes sociais para localizar mulher que perdeu dinheiro; valor seria usado para pagamento de contas da casa.

Um bolsa sem dono dentro do ônibus

A jovem que encontrou o dinheiro se chama Odara Luiza e tem 22 anos e é aluna do curso de geologia da Universidade de Brasília (UnB), ela estava a caminho de um compromisso, na Asa Norte, quando percebeu uma bolsa esquecida no ônibus.

“Peguei e desci do transporte para ver se eu via alguém, mas, como estava chovendo e ninguém parecia estar à procura do objeto, eu vim para casa”, contou Odara ao G1.

Com a ajuda dos pais e por meio da internet ela conseguiu localizar a dona do dinheiro

Foi por meio do nome inscrito em um cartão de crédito, que estava dentro da carteira, que a universitária achou nas redes sociais o perfil de Ivone, e combinou de devolver o dinheiro.

Dinheiro para pagamento de fatura da mãe

Ivone, moradora do Paranoá, de 50 anos, conta que desceu do ônibus em uma parada na W3 Norte, quando esqueceu a carteira em cima do banco. O valor estava reservado para o pagamento da uma fatura da mãe. “Não tenho palavras para agradecer a ela [Odara]”, disse a atendente em entrevista ao G1.

O encontro entre as duas aconteceu nesta terça-feira . A atendente de caixa, Ivone Resende, que recebeu o dinheiro de volta, conta que ficou “feliz e muito grata” com o gesto de empatia e honestidade da jovem.

“Hoje, são poucas as pessoas que se preocupam com o ser humano. A Odara se preocupou comigo e com minha aflição”disse Ivone.

Exemplo de Honestidade

Por um momento, Odara disse que pensou em ficar com a quantia. A jovem foi diagnosticada com endometriose profunda e malformação do útero, e o valor seria útil para custear os gastos com o tratamento. Ainda assim, a estudante preferiu devolver o dinheiro.

“Seria muito prejuízo para alguém perder uma quantia tão alta. A sensação de entregar o dinheiro foi um alívio”, afirma.

Fonte : G1


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Com 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*Deputado, médico , mas antes de tudo “PAI” . Deputado trabalha com filha no colo no Maranhão
*“Espero que me escolham”, após fala comovente menino recebe + de 10 mil pedidos de adoção *Carol Nakamura adota menino de 9 anos que morava no lixão: “Saiu do lixão para nos fazer feliz”

RECOMENDAMOS






Informação de qualidade para Pais de qualidade.