O ator Sean Connery morreu no dia 31 de outubro com 90 anos nas Bahamas, onde ele e sua esposa Micheline Roquebrune viviam desde os anos 1990.

Segundo a mulher de 91 anos, o ator sofria de demência senil – declínio da capacidade cognitiva associado à perda da capacidade de executar tarefas do dia a dia – e morreu ‘pacificamente enquanto dormia’, cercado por entes queridos.

“Não era vida para ele”, disse Roquebrune, que se casou com Connery em 1975. “Ele não foi capaz de se expressar ultimamente. Pelo menos ele morreu durante o sono e foi tão pacífico. Eu estava com ele o tempo todo e ele simplesmente escapuliu. Era o que ele queria. ”, disse a esposa em comunicado.

O filho de Connery, Jason, com sua primeira esposa Diane Cilento, disse à BBC que foi “um dia triste para todos que conheciam e amavam meu pai e uma triste perda para todas as pessoas ao redor do mundo que gostaram do maravilhoso presente que ele tinha como ator” .

Connery interpretou James Bond sete vezes na tela, incluindo o filme “não oficial” de Bond Never Say Never Again. Ele também trabalhou com diretores, incluindo Alfred Hitchcock (Marnie), John Huston (O Homem que Seria Rei, John Boorman (Zardoz), Brian De Palma (Os Intocáveis) e Steven Spielberg (Indiana Jones e a Última Cruzada).

Dezenas de figuras de Hollywood , incluindo o atual ator de Bond, Daniel Craig, prestaram homenagem a Connery, enquanto o primeiro ministro da Escócia, Nicola Sturgeon, disse que ela estava “de coração partido”.

Nicolas Cage, que estrelou com ele o filme de ação The Rock, de 1996, disse ao Guardian: “Eu admirava muito o Sean. Sua sabedoria, humildade e extrema honestidade têm me guiado desde que o conheci. A primeira estrela de cinema a liderar a combinação de drama, aventura de ação e comédia – ele fez tudo sem esforço e com dignidade. ”

Gus Van Sant, diretor de Finding Forrester, disse: “Trabalhar com o herói do filme James Bond foi meio surreal. Sean nunca me convidou para jogar golfe, porque acho que ele era um jogador de golfe tão purista, que era cauteloso com quem jogava, mas ele adorava ir a bons restaurantes e tinha histórias incríveis para contar. Eu vou sentir falta dele.

Sean Connery viu o seu trabalho como ator ser reconhecido com vários prémios, entre os quais um Óscar, dois Bafta e três Globos de Ouro. Recebeu um Óscar em 1988, como melhor ator secundário no filme ‘Os Intocáveis’, em que interpretou um polícia irlandês, e um Globo de Ouro pela sua carreira em 1996.

Da sua longa carreira fazem ainda parte filmes como: ‘A Caçada ao Outubro Vermelho’, ‘Indiana Jones e a Última Cruzada’, ‘O Rochedo’ ou ‘O Nome da Rosa’.

Em 2000, Thomas Sean Connery, que nasceu na zona de Fountainbridge, em Edimburgo, em 25 de agosto de 1930, filho de um operário católico e uma empregada doméstica protestante, foi nomeado cavaleiro pela rainha de Inglaterra, passando a poder ser designado como Sir.

A última atividade dele foi como dublador do protagonista da animação Sir Billi, lançada em 2012.


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
*“Meu marido não viu nossa filha nascer, porque levou minha sogra para sala de parto”, diz mãe
*Pai desmaia em parto, mãe cai na gargalhada pede para tirar foto e cena viraliza na internet
*Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade: que orgulho!
*Deputado, médico , mas antes de tudo “PAI” . Deputado trabalha com filha no colo no Maranhão

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.