Nos últimos anos, a Johnson & Johnson foi acusada de que seus produtos à base de talco, como pó de bebê, contêm amianto que pode ocasionar câncer.

Em maio de 2018 o jornal The New York Time noticiou que a Johnson & Johnson havia sido condenada  a pagar US $ 4,69 bilhões a 22 mulheres e suas famílias que alegaram que o amianto nos produtos de talco da empresa os levou a desenvolver câncer de ovário.

Elas culpam a empresa de não avisá-las sobre os riscos de câncer associados aos seus pós para bebês e corpos.

No começo de 2019 a americana Teresa Leavitt que foi  diagnosticada com mesotelioma e foi considerada terminal, venceu o caso e a Johnson & Johnson foi condenada a pagar US $ 29 milhões .

Mesotelioma é um câncer que tem sido associado à exposição ao amianto. Verificou-se que a popular linha de talcos de bebê foi contaminado com o agente cancerígeno.

Durante o julgamento de Leavitt, ela afirmou ter usado o pó de bebê da J&J por toda a sua vida. A mãe dela usava quando era pequena e depois usava nos próprios filhos. Ela até o usava de vez em quando, antes de colocar a maquiagem no rosto.

Ela parou de usar o pó há mais de 10 anos, mas seus pulmões ainda estavam cheios de amianto. Eles testaram o amianto e descobriram que não poderia ter sido relacionado ao trabalho, uma vez que não era de nível industrial.

RTX28FRZ1 300x200 - Johnson & Johnson retira seu produto mais famoso das prateleiras devido processos por causar câncer

Milhares de processos como esses ainda estão na justiça sem um veredicto final, e em vários outros casos nos últimos 5 anos, a Johnson & Johnson perdeu no tribunal e foi condenada a pagar milhares de dólares .

No entanto, a empresa apelou em todas as vezes e continua alegando que os seus produtos são seguros e que os processos resultam de pesquisas inconclusivas e sem nenhuma evidência viável .

Segundo investigação feita pela Reuters em 2018 ,descobriu-se que a empresa sabia há décadas que o amianto estava contido em seu talco.

Registros internos da empresa, depoimentos e outras evidências mostram que, pelo menos entre 1971 e o início dos anos 2000, o talco bruto da empresa e os pós acabados às vezes deram positivos para pequenas quantidades de amianto. (confira relatório completo aqui )

Na época, o artigo da Reuters provocou uma liquidação de ações que apagou cerca de US $ 40 bilhões do valor de mercado da J&J em um dia e criou uma crise de relações públicas, já que o conglomerado da área de saúde enfrentou perguntas generalizadas sobre os possíveis efeitos na saúde de um de seus produtos mais conhecidos.

Diante de tantos processos judiciais e de tanta propaganda negativa a Johnson & Johnson amarga o declínio do valor de suas ações na bolsa de valores há vários anos seguidos.

Como resultado final , nesta terça-feira a Johnson & Johnson informou que deixará de vender seu talco Baby Powder nos Estados Unidos e no Canadá, dizendo:

“A demanda por Johnson’s Baby Powder à base de talco na América do Norte vem caindo devido, em grande parte, a mudanças nos hábitos dos consumidores e alimentadas por informações erradas sobre a segurança do produto e uma constante enxurrada de publicidade em litígios”, afirmou em comunicado.

No entanto, os desafios legais de J&J provavelmente continuarão, disseram alguns advogados a Reuters.

Em abril, um juiz de Nova Jersey determinou que milhares de demandantes que alegam que os produtos de talco da J&J causaram câncer podem avançar com suas reivindicações, mas enfrentam limites para que depoimentos de especialistas sejam permitidos em julgamentos.

“Apenas tirá-lo da prateleira hoje não encerra o litígio a longo prazo”, disse Adam Zimmerman, professor de Direito da Loyola à Reuters.

Sabe-se que o amianto causa câncer que surge décadas após a exposição. Casos envolvendo produtos que contenham amianto retirados do mercado há muito tempo “continuam sendo litigados ativamente até hoje”, disse Zimmerman .

Fonte revisada e traduzida : Reuters


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*“Meu marido não viu nossa filha nascer, porque levou minha sogra para sala de parto”, diz mãe
*Pai desmaia em parto, mãe cai na gargalhada pede para tirar foto e cena viraliza na internet
*Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade: que orgulho!

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.