Casados por 62 anos, casal morreu com apenas 4 horas de diferença. Segundo o jornal norte-americano “The Huffington Post”, os dois eram casados havia 62 anos e, deitados em camas lado a lado, deram as mãos momentos antes de morrerem.

É uma história de amor para todas as idades: Don e Maxine se conheceram em uma pista de boliche em Bakersfield, na Califórnia, se apaixonaram e se casaram alguns anos depois e viveram felizes por mais de 6 décadas.

O drama começou duas semanas antes da morte, quando Don caiu e quebrou a bacia. A família o levou para um hospital de Bakersfield, na Califórnia, mas seu estado de saúde piorou rapidamente.

Ao mesmo tempo, Maxine – que lutava contra um câncer – teve de ser internada por conta do avanço da doença.

A família decidiu então colocá-los juntos em recuperação, mas não em um triste e asséptico quarto de hospital, e sim em um quarto de um parente.

“Suas camas estavam uma ao lado da outra”, explicou a neta Melissa Sloan. “Em um certo momento minha avó acordou e viu que ao seu lado estava meu avô. Pegou na sua mão e deu o último suspiro”.

Enquanto o corpo era retirado do quarto, ela diz ter percebido a respiração do avô diminuir. Quando ela voltou, Don também havia morrido. Os Médicos afirmam que o intervalo entre as mortes foi de quatro horas.

Viveram juntos e morreram juntos , um ao lado do outro, em total cumplicidade e amor.

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.