Ela ofereceu o seu ventre para que seu filho pudesse ser pai. Ainda que a princípio muitos pensaram ser uma brincadeira, logo eles se deram conta que ela estava decidida a dar o presente mais importante da vida de seu filho: a paternidade.

Há alguns anos Matthew e Elliot reuniram seus familiares para contar seu sonho: ser pais. Nos Estados Unidos muitos casais gays recorrem a uma barriga de aluguel para ter um filho. Mas, isso e um processo bastante caro.

Entre a fecundação in vitro, os gastos médicos e o parto, ter um filho por este método custa, no mínimo, 4000 dólares. Um capítulo à parte merece mais atenção: a escolha da “mãe de aluguel”. Deixando questões éticas de lado, o fato é que não é uma escolha fácil.

Porém este casal não teve que buscar uma barriga de aluguel pois foi a mãe do próprio Matthew que se voluntariou. O risco era alto já que Cecile tinha 61 anos e podia passar por uma gravidez de risco. Depois de passar por um check-up completo, os médicos deram sinal verde ao projeto.

“Sou muito preocupada com minha saúde”, diz ela. “Não havia razão alguma para duvidar que eu pudesse gestar o bebê.”declarou a mãe em entrevista a BBC.

Matthew forneceu o esperma e a irmã de Elliot, Lea, doou os óvulos.

Alguns meses depois, Cecile converteu-se em mãe ( por um momento) e em avó, tudo no mesmo dia.

Fonte :Oh My Mag

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.