Verónica García obteve dois testes diferentes nos quais foi informada que tinha Covid-19, mas decidiu escondê-lo de sua família e dizer que era uma “gripe muito forte”.

Teste positivo duas vezes e decisão de esconder o resultado

Em Táchira, Verónica García deu positivo depois de apresentar desconfortos desde a segunda semana de dezembro, informou o jornal local La Nación .

Depois de passar por um teste rápido, em um Centro de Diagnóstico Abrangente, ele ficou em silêncio, embora tenha se isolado em casa.

Para ter mais certeza, um PCR foi realizado e deu positivo; ela então iniciou tratamento com médico particular, mas não contou ao marido, José Antonio, 33; nem seus filhos, Nicol, 17; Jhoneider Stiven e Jhoneiker Enmanuel, ambos de 4 anos. Ele apenas mencionou a eles que era “uma gripe muito forte”.

Resolveu contar após o marido ter viajado para uma confraternização

No dia 27 de dezembro, o marido participou de uma festa no município de Andrés Bello.

“Ele foi à reunião. Festas são proibidas, mas na confraternização devia ter talvez 20 ou mais pessoas. Bebeu licor, falou com amigos, quando recebeu um telefonema da esposa, onde lhe disse para voltar para casa, para não partilhar com ninguém, porque ela tinha Covid e ele podia estar infectado “, disse a sua cunhada , Mariela García.

Em resposta, José Antonio decidiu testar seus filhos e eles deram negativo; no entanto, Verónica piorou e teve de ser hospitalizada.

Diante da situação, eles realizaram outro teste nos menores e agora deram positivo, embora estivessem assintomáticos.

Hospitalização do marido e filhos

No sábado, 16 de janeiro, José Antonio Gómez foi hospitalizado devido ao agravamento de seus sintomas, enquanto sua esposa morreu dois dias depois devido a um quadro grave de Covid-19 .

Em alguns dias, José Antonio piorou e morreu no dia 19 de janeiro, sem saber que sua esposa havia falecido 3 dias antes.

Na mesma semana da morte do pai, a filha de 17 anos “foi hospitalizada porque apresentava sintomas como febre e dor de cabeça.

“A mesma coisa aconteceu com os dois gêmeos de 4 anos, que foram internados na clínica por pneumonia. No entanto, primeiro a adolescente morreu e depois, em 27 de janeiro, seus irmãos gêmeos perderam a vida.”

Segundo o jornal local, a Dra. Amélia Fressel, única autoridade sanitária do estado de Táchira,onde o fato ocorreu declarou: “Pode ser uma simples gripe, mas dirija-se ao posto de saúde público ou privado mais próximo. Você fica em casa e quando a doença fica complicada, a doença avançou muito e isso está acontecendo e a gente está observando que as pessoas, saindo da ambulância, muitos morrem porque já tem um comprometimento pulmonar muito grande e obviamente nada dá para fazer … ”.

Fonte : El Universal


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Com 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*Deputado, médico , mas antes de tudo “PAI” . Deputado trabalha com filha no colo no Maranhão
*Com a mãe doente os irmãos colocaram ela no asilo, ele pediu demissão e resolveu cuidar dela sozinho
*Carol Nakamura adota menino de 9 anos que morava no lixão: “Saiu do lixão para nos fazer feliz”

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.