A coragem de um menino de 6 anos que se postou na frente de sua irmãzinha de 4 anos para salva-la de um cachorro feroz está repercutindo pelo mundo.

Em 9 de julho, Bridger Walker tomou uma atitude muito corajosa quando um pastor alemão atacou sua irmã de quatro anos na cidade de Wyoming, nos Estados Unidos.

Eles estavam brincando tranquilamente no quintal de um amigo quando avistaram dois cachorros, um deles foi na direção da irmã de Bridger rosnando, o irmão não pensou duas vezes e se colocou na frente do cachorro.

“Fui para o lado, na frente da minha irmã para que o cachorro não a pegasse”, disse Bridger.

“Eu continuei em movimento, para que não pudesse passar.”

Infelizmente o cachorro saltou sobre o menino e o mordeu varias vezes no rosto e na cabeça.

Apesar de ter sido atacado, ele ainda conseguiu agarrar a mão de sua irmã e levá-la para longe do perigo, de acordo com um post no Instagram de sua tia Nicole Walker.

Bridger foi levado às pressas para o hospital para se submeter a uma cirurgia por duas horas e levou 90 pontos no rosto.

Enquanto Bridger estava no hospital, seu pai perguntou por que ele parou na frente do cachorro e ele respondeu :
“Se alguém tivesse que morrer, eu pensava que deveria ser eu”

A tia Nicole Walker pediu às pessoas que compartilhassem o post o mais amplamente possível, para que ele pudesse receber algumas ‘palavras de encorajamento de seus heróis favoritos’.

Desde então o instagram dela recebeu muitas mensagens de solidarização de famosos.

Anne Hathaway escreveu “Eu não sou uma vingadora, mas eu conheço um super-herói quando vejo um”

Mark Ruffalo que interpretou o Hulk nos cinemas respondeu “Na minha vida, só posso esperar ter metade da tua coragem, Bridger”

Chris Evans, Robert Downey Jr e Tom Holland mandaram videos para o garoto.

View this post on Instagram

There are no words. We are so, so thankful.

A post shared by Nikki Walker (@nicolenoelwalker) on

Ele até recebeu um cinturão honorário do Conselho Mundia de Boxe, como “o homem mais bravo da Terra”.

A família não pediu nenhum tipo de ajuda financeira e depois de tantos mensagens que receberam de solidarização escreveram :

“Após as ações de Bridger, nossa família se baseou em um pedido simples: que cada um de nós se esforce ativamente para suportar os encargos uns dos outros, defender e proteger aqueles que são fracos, oprimidos ou aqueles que o mundo pode abandonar.”

Fonte: Sónoticiaboa

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.