Do site A Mente es Maravillosa

Às vezes é muito difícil ser mãe. Mas, sim Vale a pena. Sim, é a experiência mais poderosa que uma mulher pode ter . Sim, nada te marca tanto como o momento em que finalmente tens nos braços o filho que acaba de sair de ti, deliciosamente sujo, molhado, quente, e te olha nos olhos como a dizer: te conheço.

“Você vai ensinar a voar, mas eles não vão fazer o seu vôo. Você vai ensinar a sonhar, mas eles não vão sonhar o seu sonho. Você vai ensinar como viver, mas eles não vão viver a sua vida.  Porém … em cada voo, em cada vida, em cada sonho,
ficará para sempre o traço do caminho ensinado.” disse Madre Teresa de Calcuta

Mas é difícil.

E não se trata apenas da falta de sono, do pós-parto , dos cuidados que um recém-nascido exige (tão pequenino e tão exigente!), Nem mesmo o coquetel de hormônios que te deixa chateada até várias semanas depois.

Nem a falta de experiência e a incerteza sobre se você está indo bem ou não , nem as dúvidas e comentários de familiares bem intencionados que só desencadeiam a sua própria insegurança, o seu medo.

É muito mais do que isso. É a ruptura total e repentina com a própria identidade , com o que até o momento do parto a definiu: seus projetos, suas ambições, seu trabalho, seus amigos, seu corpo e tudo o que você chamou de seu. Seu tempo. Tua vida.

É se olhar no espelho enquanto sua criaturinha está presa ao seu peito, e não o reconhece. Em que ponto você se tornou essa mulher abatida que não tem nem um minuto para tomar banho? Quem é ela? Quem é você agora?

Você ainda é você, apenas uma versão maior de si mesmo. Mas no começo você não sabe. No começo você não se encontra. Não há nada que consiga ligar esta sua nova vida de troca de fraldas, tetas noturnas e canções de ninar, com aquela outra vida que parece tão remota, aquela em que você entrava e saía como bem entendia, você se divertia e você pertencia a você mesmo.

Porque, é claro, todo o seu ser agora é para outra pessoa. E aquele outro está se alimentando de você, não só do seu leite, mas também das suas carícias , das suas canções, das suas palavras, do seu calor. O tempo passa, é claro que continua.

Chegará o momento em que, quase sem perceber, as mamadas serão encurtadas e as horas de sono noturno aumentadas. Seu bebê aprenderá a segurar a cabeça, rolar e engatinhar.

O dia menos esperado te dará um sorriso e você pensará que todo o esforço foi pouco. Um dia a mamãe vai te contar. Você o verá correndo no parque, subindo no escorregador sozinho, brincando com outras crianças, rabiscando as primeiras letras que vai mostrar com orgulho. E por nada neste mundo você vai querer mudar por aquela outra que você foi, e como eu sabia pouco sobre o amor … ”

Porque isso é só o começo …

Quer sejamos mães ou filhos, podemos compreender que, assim como não existe ser neste mundo que não cometa erros, não existe protótipo de mãe perfeita. Uma mãe é uma mulher com suas imperfeições e inseguranças, mas com uma grande responsabilidade de que ela fará o melhor que puder.

Felizmente, existem mais mães boas do que mães tóxicas, e a grande maioria de nós pode agradecer a nossas mães por nos darem a chance de viver em um mundo maravilhoso.

A mulher, a partir do momento em que se torna mãe, passa a possuir o maior privilégio do mundo, o do amor infinito. E é que quando uma mãe que ama seus filhos sempre cometerá erros, mas seu amor servirá de impulso para que o fruto de seu ventre faça o impossível.

O coração de mãe cresce a cada dia, pois ela tem o prazer de ver o filho segurar a cabeça, rolar ou engatinhar. Porque, desde o primeiro olhar para sua barriga, uma mãe se apaixona incondicionalmente pelo resto da vida.

Porque uma mãe é uma versão maior de si mesma e seu coração é um universo infinito. Embora seus erros aproximem a mãe do mundo real, ela é o ser mais divino do planeta.

“O pior defeito que as mães têm é que morrem antes que se recupere parte do que fizeram. Elas deixam uma pessoa indefesa, culpada e inevitavelmente órfã. Felizmente, há apenas uma. Porque ninguém suportaria a dor de perdê-la duas vezes.” dizia Isabel Allende


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Com 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*Deputado, médico , mas antes de tudo “PAI” . Deputado trabalha com filha no colo no Maranhão
*Com a mãe doente os irmãos colocaram ela no asilo, ele pediu demissão e resolveu cuidar dela sozinho
*Carol Nakamura adota menino de 9 anos que morava no lixão: “Saiu do lixão para nos fazer feliz”

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.