Era um dia de forte chuva em Worcester, na Inglaterra, e cinco mil pessoas esperavam na fila, onde permaneceram horas, para descobrir quem teria a combinação ideal de células-tronco compatível com uma criança que luta contra o câncer.

Com apenas 5 anos de idade, Oscar Saxelby-Lee tem leucemia linfoblástica aguda, um tipo raro e agressivo de câncer do sangue e da medula óssea que afeta os glóbulos brancos.

A equipe médica responsável por Oscar disse à família que só tinham três meses para encontrar um doador compatível o suficiente para o transplante e a conseqüente cura do câncer.

Os pais do menino, Olivia Saxelby e Jamie Lee, lançaram uma campanha chamada “Hand in Hand for Oscar” para encontrar um doador. A intenção do manifesto era convencer o maior número de pessoas a se inscrever no cadastro de doadores de células-tronco.

Resultado: mesmo com chuva forte, 4.855 pessoas fizeram fila do lado de fora da escola de Oscar para se inscrever.

A organização sem fins lucrativos que mantém a unidade disse que o recorde anterior para tal evento era de 2.200 pessoas. Portanto, a campanha do Oscar conseguiu o dobro de pessoas.

“Não há palavras para expressar nossos sinceros agradecimentos e amor pelas milhares de pessoas incríveis que compareceram à Pitmaston Elementary School neste fim de semana”, escreveu a Pitmaston Elementary School no Twitter.

Oscar ficou sob os cuidados de médicos do Hospital Infantil de Birmingham. Antes do transplante ele já havia  passado por 20 transfusões de sangue e quatro semanas de quimioterapia.

A campanha além de conseguir o doador compatível para Oscar ainda conseguiu mais 6 doadores para outras pessoas.

Oscar foi submetido a um transplante de células-tronco. A cirurgia foi bem-sucedida, mas infelizmente 3 meses um exame constatou que a Leucemia havia voltado.

O Sistema de Saúde britânico explicou que não foi capaz de financiar o tratamento de que Oscar precisava e, nesse momento, os pais lançaram um apelo para arrecadar a quantia e submeter o filho a um inovador tratamento experimental em Singapura.

Em três semanas, a meta de £ 500.000 (algo em torno de 3 milhões de reais) foi alcançada.

Em janeiro, os médicos deram a boa notícia de que, após a terapia, que envolve a reprogramação das células do sistema imunológico que mais tarde têm como alvo o câncer, Oscar foi curado.

Em abril, após um segundo transplante de medula óssea, o menino recebeu alta do hospital.

Fonte Adaptada e traduzida : Nation e WN


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
*“Meu marido não viu nossa filha nascer, porque levou minha sogra para sala de parto”, diz mãe
*Henrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
*Com a mãe doente os irmãos colocaram ela no asilo, ele pediu demissão e resolveu cuidar dela sozinho.
*Com 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois.

RECOMENDAMOS






Informação de qualidade para Pais de qualidade.