Embora relativamente dietética, a batata-doce é muito mais nutritiva do que a batata. Este vegetal é rico em manganês, cobre, ácido pantotênico, potássio, fibra, niacina, fósforo, vitamina C, 1, 2, 6 e vitamina A na forma de beta-caroteno graças ao qual atua como antioxidante no corpo humano.

Além disso, está comprovado que as substâncias fitofarmacêuticas presentes na batata-doce conferem-lhe propriedades anti-inflamatórias e anticancerígenas.

Seus benefícios para a saúde incluem a capacidade de regular o açúcar no sangue, pois, apesar do sabor doce, seu índice glicêmico é inferior ao da batata comum, fazendo com que os açúcares naturais nela encontrados circulem com taxa mais lenta, impedindo os níveis de açúcar de atingir o pico no corpo.

Uma batata-doce de tamanho médio contém 6,6 gramas de fibra que desempenha um papel importante na redução do colesterol e na regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Uma das desvantagens de cozinhar batata-doce é que não é fácil manter os nutrientes dela durante o cozimento a na maioria das vezes a cozinhamos errado e não aproveitamos todo o seu potencial nutritivo.

Entenda as melhores formas de se fazer batata doce de forma a aproveitar ao máximo os seus nutrientes.

O primeiro passo é ainda na feira. “Dê preferência às batatas com casca homogênea, lisa e sem rupturas”. Já em casa, na hora de higienizar o alimento, lave em água corrente, escove bem a casca, corte as pontas e só.

“De maneira geral, é aconselhável que os alimentos sejam preparados com o mínimo de água possível e em baixas temperaturas. Se precisar de água para a cocção, o ideal é fazer o alimento no vapor. Ou na panela de pressão. Esses dois processos diminuem as possibilidades de dissolução das vitaminas”, respondeu a nutricionista Luna Azevedo ao site Gooutside.

Outra dica, segundo ela, é adicionar o alimento na panela quando a água já estiver fervendo. Desse modo, você minimiza o tempo de contato do tubérculo com a água.

Quando você fatia o alimento em pequenos pedaços para cozinhá-lo, sua superfície de contato aumenta. Isso facilita a perda de nutrientes para a água. “Se a batata for muito grande e você achar que ele não irá cozinhar por dentro, corte na metade ou em três pedaços grandes. Assim, você garante que ela será inteiramente cozida, mas manterá seu valor nutricional”, explica a nutricionista.

Cozinhar com casca também é uma medida eficaz, afirma Luna. Isso porque a casca funciona como uma capa protetora (se for orgânica, melhor ainda).

E o que for perdido na água, poderá ser reaproveitado. “Você pode, por exemplo, cozinhar o arroz com ela. Ele vai absorver o líquido, que está repleto de nutrientes.”

Fonte : Gooutside


Top 5 histórias mais lidas do site:
*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
*“Meu marido não viu nossa filha nascer, porque levou minha sogra para sala de parto”, diz mãe
*Pai desmaia em parto, mãe cai na gargalhada pede para tirar foto e cena viraliza na internet
*Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade: que orgulho!
*Mulher antecipou o parto para que o esposo em estado terminal pudesse ver a filha nascer

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.