Não há nada mais emocionante do que ler histórias sobre crianças abandonadas que finalmente voltam para casa com pais amorosos.

Pois hoje você irá conhecer Luca Trapanese – um homem da Itália que está desafiando os estereótipos de paternidade, religião e família em seu país de origem.

Em 2017, o jovem de 41 anos adotou a filha Alba, quando ela ainda não tinha um mês. A história de Luca se tornou viral por várias razões – uma das quais é que Luca é gay e solteiro e os serviços sociais na Itália geralmente não concedem a custódia para homens solteiros homossexuais.

Na verdade só depois de se candidatar a adoção lhe informaram que ele só poderia adotar uma criança com problemas de saúde ou de comportamento. Mas isso não o assustou.

Mamãe ou papai de primeira viagem ? Está com dúvidas ? Calma, nossa equipe de 11 médicos especialistas vai te ajudar. Clique e confira o que temos a lhe oferecer.

Luca adotou Alba quando ela tinha apenas 13 dias de idade. A menina tem Síndrome de Down e foi dada para adoção pela mãe por causa disso.

Não foi fácil encontrar uma nova família para o bebê Alba – 20 famílias rejeitaram o recém-nascido por causa de sua condição. Mas, felizmente, Luca apareceu e a vida de Alba mudou para sempre.

single dad adopts baby with down syndrome luca trapanese 3 5dde6f64077ab 700 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famílias

Luca sempre sonhou em ser pai e desde jovem foi voluntário para cuidar de crianças especiais, então a condição de Alba nunca o assustou.

“Desde os 14 anos, sou voluntário e trabalho com pessoas com deficiência, então sinto que tenho o conhecimento e a experiência certos para fazer isso”, disse Luca à mídia.

single dad adopts baby with down syndrome luca trapanese 5 5dde6f67e7197 700 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famílias

Em julho de 2017, ele recebeu a ligação que esperava há tanto tempo – foi o tribunal que o informou sobre uma menina que estava disponível para adoção.

Luca ouviu sua história e, sem qualquer hesitação, disse imediatamente que sim e correu para o hospital para encontrar sua filha.

“Quando a segurei pela primeira vez em meus braços, fui tomado de alegria. Senti que ela era minha filha imediatamente ”, Luca revelou.

“Foi a primeira vez que segurei um bebê recém-nascido. Antes desse momento, sempre tive medo. Mas, quando segurei Alba pela primeira vez, sabia que estava pronto para ser o pai dela ”, disse o jovem pai.

Hoje, a vida do pai Luca gira em torno de Alba. Diz que a filha “revolucionou a vida dele e tudo gira em torno dela. Ela me trouxe felicidade e uma sensação de realização. Tenho orgulho de ser pai dela. Eu queria que ela fosse minha filha. ”

Com certeza Alba também está agora ao lado do pai que sempre precisou.

Fonte: Bored Panda


Top 5 histórias mais lidas do site:
seta imagem animada 0365 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famílias*Pai descobre que sua filha fazia bullying e decide fazer compras com a vitima usando o dinheiro destinado à filha.
seta imagem animada 0365 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famíliasCom 51 anos de casamento Tony Ramos afirma “Ela é tudo” e dá dicas para a vida à dois.
seta imagem animada 0365 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famíliasHenrique Fogaça vibra com filha, que conseguiu ficar de pé e se trata com canabidiol
seta imagem animada 0365 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famílias*Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade: que orgulho!
seta imagem animada 0365 - Este pai solteiro adotou uma menina com síndrome de Down que foi rejeitada por 20 famíliasDeputado, médico , mas antes de tudo “PAI” . Deputado trabalha com filha no colo no Maranhão

COMENTÁRIOS




Pais 24hs
Informação de qualidade para Pais de qualidade.